Há 69 anos, em 30 de julho de 1943, no Teatro Imperial em Santa Maria, um grande público assistiu a estréia da peça “Saudade”, comédia de autoria de Paulo Magalhães. A encenação deu-se por um grupo de amadores apaixonados pela arte teatral e contava com os seguintes nomes: Dalton Couto, Setembrino Souza, Edmundo Cardoso, Nair Miorim, Adyles da Silva, Atia Paiva Mendes e Isa Prates, além da participação técnica de Marconi Mussoi, José Medeiros, Luiz Gonzaga Schleiniger e Adão Flores. A idéia para criação e apresentação do espetáculo surgiu através de um pedido do Grêmio de Formandas do Colégio Centenário e esta ação, ainda resultou, mais tarde, na organização de outra peça teatral, a comédia “Compra-se um Marido” de José Wanderley. Foi através de um elenco talentoso e especialmente, com os esforços de Edmundo Cardoso e amigos, que em dezembro de 1943, fundou-se a Escola de Teatro Leopoldo Fróes, instituição cultural que perdurou durante 40 anos no cenário artístico da cidade. A seguir postamos duas imagens que compõem o conjunto documental da Escola de Teatro, conjunto que foi especialmente guardado e preservado pelo seu diretor Edmundo Cardoso. Uma delas, é de um  folheto publicitário da peça “Saudade”, com apresentação no Cine-Teatro Coliseu e a outra, é uma fotografia de 1943, com o elenco de atores e corpo técnico da peça “Compra-se um Marido”. (por Greta Dotto)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios